Jackson1977

Michael Jackson – O Caçador de Cervejas

Em 1977, em uma época que as pessoas mais se preocupavam em beber do que realmente com o gosto da bebida, surge um livro chamado The World Guide To Beer, escrito por Michael Jackson, com avaliações e descrições de 500 marcas clássicas de cerveja, separando-as por estilos e sendo categorizadas por cultura e tradição nas regiões. A obra foi traduzida por mais de 10 idiomas e é fundamental referente a assuntos cervejeiros.

E, de 1977 até 2007, ano do seu falecimento, o seu nome foi crescendo e ganhando cada vez mais força dentro do universo cervejeiro. Não é à toa que hoje, quase 10 anos após a sua morte, ainda é considerado referência quando falamos em cerveja, independentemente da família ou estilo escolhido para a conversa.

Beer Hunter, ou Caçador de Cervejas, como era conhecido, contribuiu fortemente para a disseminação e criação de diversas microcervejarias por todo o mundo, estimulando a criação de novas cervejas e variação dos sabores, tornando a experiência dos cervejeiros ainda mais interessante, sempre com uma novidade pela frente.

MJ-in-the-pub

Inspiração para milhares de apreciadores, Michael Jackson deixou a sua marca na história da cerveja, sendo um dos grandes nomes para o crescimento da bebida, fazendo-a ser o que é hoje. Graças as suas obras, as cervejas passaram a ser categorizadas, separadas por estilos, permitindo que cervejeiros, mesmo os com menos experiência, consigam distinguir os sabores e estilos, podendo apontar o seu favorito.

Como ele disse uma vez: ‘Se julgarmos a cerveja exclusivamente pelos seus pontos fracos, defeitos, nunca vamos tomar uma “melhor cerveja” e sim a “menos pior”’.

Então, não perca tempo! Escolha a sua próxima cerveja através do nosso aplicativo Beer Plus, disponível na Play Store e na App Store e dedique a sua bebida para o eterno Beer Hunter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *