10 lugares para celebrar o Dia dos Pais no Rio de Janeiro e São Paulo

Neste domingo será comemorado o Dia dos Pais, um dia de felicidade para toda a família, que, a cada ano, tentam fazer um evento ainda mais especial que no ano anterior, procurando sempre fazer comemorações memoráveis.

Com isso, mostrando toda a atenção e carinho que a nossa equipe do Beer Plus possui com os papais cervejeiros, separamos 10 lugares para celebrar o Dia dos Pais no Rio de Janeiro e em São Paulo, com cinco em cada uma das cidades. Claro que todos estes locais possuem uma excelente carta de cerveja.

Confira abaixo:

São Paulo

  1. Lá Fratenité: Localizado em Moema, o beer shop chama a atenção por ser a casa de mais de 100 rótulos de cervejas, com o consumidor podendo optar por levar ou beber no local. Além disso, diariamente, uma lousa mostra os cinco chopes nacionais e importados do dia, facilitando ainda mais a vida dos cervejeiros de plantão!
  2. Cervejoteca: Sediada no bairro de Vila Mariana, o espaço aconchegante se destaca por oferecer mais de 730 rótulos, tornando-a uma das maiores cartas de cerveja do Brasil.
  3. Brewdog Bar: Pinheiros foi escolhido para ter o primeiro bar da Brewdog, de uma das cervejarias europeias mais famosas, fora da Europa. Apesar de ser considerado caro por alguns, reúne mais de 200 rótulos do lado de fora, além de 20 torneiras de chope que devem ser retirados diretamente no balcão.
  4. Empório Sagarana: Com o crescimento das cervejas, um espaço mineiro, mas localizado em São Paulo, especializado em cachaças, abriu espaço para mais de 150 rótulos de cerveja, sempre contando com boas promoções divulgadas através da página no Facebook. O excelente bar fica em Vila Romana.
  5. Armazém 77: Por último, mas não menos importante, o Armazém 77 reúne mais de 235 rótulos de cervejas em Penha de Franca. Além das bebidas, o bar conta ainda com uma máquina de pinball para distrair a galera e food trucks convidados nos finais de semana.

Rio de Janeiro

  1. Espaço Carioquinha: Reunindo ótimas cervejas e hambúrguer delicioso, o Espaço Carioquinha, na Barra da Tijuca, possui uma carta cervejeira com mais de 100 cervejas e chopes artesanais, atraindo a atenção do universo cervejeiro carioca, que está sempre conferindo o local.
  2. Espaço Lapa Café: Em um dos bairros mais boêmios do Brasil, a Lapa, o Espaço Lapa Café reúne mais de 400 rótulos de cervejas, sendo sempre muito bem frequentado. Além disso, para o público mais “baladeiro”, o espaço funciona também como casa de show, possuindo também uma pista de dança para quem quiser esticar a noite.
  3. Delirium Café: Um excelente espaço na zona sul do Rio de Janeiro, em Ipanema, é o Delirium Café, com uma vasta carta de cerveja e sempre muito frequentado. No entanto, quem quiser aproveitar ao máximo o espaço é necessário chegar cedo, pois possui poucas mesas no local.
  4. Mud Bug: Com um espaço inspirado nos bares americanos da década de 50, o Mud Bug, localizado em Copacabana, atrai os cervejeiros mais clássicos, contando também com uma vasta carta cervejeira e show de domingo a quinta-feira.
  5. Botto Bar: Contando com 20 torneiras de chope nacionais e internacionais escolhidas especificamente pelo mestre cervejeiro Leonardo Botto, o Botto Bar, que fica na Praça da Bandeira, é bastante frequentado e pedida certa para movimentar o universo cervejeiro do Rio de Janeiro.

Claro que, frequentando um dos espaços, não deixem de avaliar as cervejas bebidas no nosso aplicativo Beer Plus, disponível para Android e IOS. Além disso, compartilhe o momento através da nossa plataforma, deixando o seu perfil cervejeiro ainda mais bacana!

Michael Jackson – O Caçador de Cervejas

Em 1977, em uma época que as pessoas mais se preocupavam em beber do que realmente com o gosto da bebida, surge um livro chamado The World Guide To Beer, escrito por Michael Jackson, com avaliações e descrições de 500 marcas clássicas de cerveja, separando-as por estilos e sendo categorizadas por cultura e tradição nas regiões. A obra foi traduzida por mais de 10 idiomas e é fundamental referente a assuntos cervejeiros.

E, de 1977 até 2007, ano do seu falecimento, o seu nome foi crescendo e ganhando cada vez mais força dentro do universo cervejeiro. Não é à toa que hoje, quase 10 anos após a sua morte, ainda é considerado referência quando falamos em cerveja, independentemente da família ou estilo escolhido para a conversa.

Beer Hunter, ou Caçador de Cervejas, como era conhecido, contribuiu fortemente para a disseminação e criação de diversas microcervejarias por todo o mundo, estimulando a criação de novas cervejas e variação dos sabores, tornando a experiência dos cervejeiros ainda mais interessante, sempre com uma novidade pela frente.

MJ-in-the-pub

Inspiração para milhares de apreciadores, Michael Jackson deixou a sua marca na história da cerveja, sendo um dos grandes nomes para o crescimento da bebida, fazendo-a ser o que é hoje. Graças as suas obras, as cervejas passaram a ser categorizadas, separadas por estilos, permitindo que cervejeiros, mesmo os com menos experiência, consigam distinguir os sabores e estilos, podendo apontar o seu favorito.

Como ele disse uma vez: ‘Se julgarmos a cerveja exclusivamente pelos seus pontos fracos, defeitos, nunca vamos tomar uma “melhor cerveja” e sim a “menos pior”’.

Então, não perca tempo! Escolha a sua próxima cerveja através do nosso aplicativo Beer Plus, disponível na Play Store e na App Store e dedique a sua bebida para o eterno Beer Hunter!

Dica Olímpica – Casa da Alemanha promove “workchopp”

O maior evento esportivo de 2016 acontece neste mês de agosto, oficialmente a partir de amanhã (5) até o dia 21: As Olimpíadas do Rio 2016. Dando ainda mais importância para a competição, é a primeira vez que os jogos olímpicos acontecem em um país da América Latina.

O que isso tem a ver com o universo cervejeiro? Muita coisa! Além da possibilidade de integração de culturas, conhecer novos costumes, a Casa da Alemanha, que recebeu o nome “OliAle – Alemanha na Praia” vai promover um grande evento específico para nós, apaixonados, apreciadores e especialistas em cervejas!

OLIALE

No dia 7 de agosto, domingo, na  Praia do Leblon (em frente ao número 12 da Avenida Delfim Moreira, ao lado do Canal do Jardim de Alah), vai ocorrer o “Workchopp”, um  workshop de cerveja artesanal com o mestre cervejeiro Leopoldo Mayrinck, marcado para às 15h e totalmente gratuito, aberto ao público interessado.

Demais, não é mesmo? Um evento totalmente voltado para nós, cervejeiros, podermos curtir muito e aprender um pouco mais sobre a produção de cervejas artesanais. Claro que a Casa da Alemanha, assim como os outros espaços dos países, espalhados por todo o Rio de Janeiro, terão outros eventos, mas esse é o que mais nos importa!

Compartilhe a sua experiência no Workchopp através do nosso aplicativo Beer Plus, tirando uma foto e registrando o momento no seu perfil, ficando eternizado e se tornando uma excelente e belíssima lembrança!

Filme e Cerveja – Uma combinação cinematográfica

Quando você pensa em cerveja, o que vem a cabeça? Leveza, conversa descontraída, amizades, diversão, família, companheirismo, entre outras coisas, certo? E quando pensa em cinema? Acredito que alguns dos adjetivos atribuídos anteriormente terão a mesma função ao se tratar da Sétima Arte, não é mesmo?

E os diretores, produtores, roteiristas, enfim, pessoas envolvidos no processo de criação de um filme também pensam assim em muitas das vezes. Por isso, não é raro o momento que encontramos uma cena com cerveja nos mais diversos produtos de cinema, seja no gênero terror, romance, ação, aventura, comédia, entre outros, sempre há uma cena com cerveja, nem que seja bem discreta.

A cerveja presente no cinema é cada vez mais comum. Seja por um anúncio, parte da trama ou apenas fazendo um papel de “figurante” no cenário (afinal, a nossa querida bebida também sabe ser humilde). Quem não lembra da clássica cena do filme ET – O Extraterrestre, quando o alienígena abre a geladeira e pega uma cerveja para experimentar? Não sabe do que estamos falando? Assista a cena aqui: goo.gl/g4XfB4

Mas não precisamos ir tão no passado para encontrarmos a cerveja na telona. No filme brasileiro E Aí, Comeu? a cerveja é protagonista. Com grande parte das cenas se passando em um bar, com um grupo de amigos, a nossa querida bebida se faz presente a todo momento no já comum clima leve e descontraído que uma reunião de amigos possui.

No cinema a cerveja também possui o papel de publicidade. No filme Homem-Aranha (aquele que o Tobey Maguire interpreta, não o Andrew Garfield. Não confundam) a cerveja norte-americana Carlsberg faz um baita anúncio com o caminhão da sua marca ajudando o grande herói da Marvel a pegar um vilão. Não lembra da cena? Assista aqui: https://goo.gl/2YlA4F Outro filme que possui uma boa propaganda de cerveja é o Velozes e Furiosos 7, com o personagem de Vin Diesel bebendo uma bela Corona. A cena pode ser vista aqui: https://goo.gl/EXEPuq

Poderíamos ficar aqui descrevendo diversos filmes com cenas de cerveja, como Django Livre, que possui um enquadramento belíssimo logo nos minutos iniciais de filme, A Rede Social, que usa a bebida como uma forma para deixar uma conversa mais leve, Projeto X, que permite que a cena seja ainda mais descontraída, entre milhares de outros longas.

Claro que todas as cervejas citadas acima estão presentes no nosso aplicativo Beer Plus, devidamente catalogadas e avaliadas pelos nossos usuários. Já sobre as cenas de filmes, postamos semanalmente na nossa página no Facebook um trecho diferente. Ainda não segue a nossa rede social? Não deixe de seguir: basta digitar Beer Plus App no campo de procura do Facebook ou clicar AQUI!

 

Festivais cervejeiros de Agosto!

Nós, do Beer Plus, separamos nove (NOVE/ N-OV-E) eventos em todo o Brasil que serão realizados ao longo do mês de agosto, atendendo o gosto dos cervejeiros das mais variadas cidades e estados.

No entanto, prestem atenção! Só deixaremos vocês seguirem essas dicas se prometerem não esquecer de avaliar nenhuma das cervejas bebidas no nosso aplicativo Beer Plus, disponível para Android e IOS, beleza? Como confiamos em vocês, aqui vão as dicas!

Biergarten Fans – O evento ocorre pela primeira vez ao longo de todo o mês de agosto, começando no dia 3 e indo até o dia 28, no Espaço Ecolounge, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, entre 11h e 23h. Inspirado nos parques alemães, o festival promete combinar boa cerveja, conversas agradáveis e comida deliciosa! Saiba mais sobre o evento: goo.gl/zGbK4g

BierGarten Campinas – Saindo do evento carioca e indo prestigiar um festival paulista , vamos rumo a Campinas, para o BierGarten, no dia 5 de agosto, com a presença de 20 cervejarias e oito foodtrucks cpara atender a todos os presentes no Bonvenon Eventos, localizado na Avenida Lix da Cunha, 103, Vila Industrial. Saiba mais sobre o evento: goo.gl/yCVusc

Hambúrguer com Cerveja – Buscando promover a harmonização do hambúrguer com cerveja, a hamburgueria The Black Bulldog realiza, entre os dias 5 e 7 de agosto, o evento Hambúrguer com Cerveja, com bebidas artesanais da cervejaria SP 330. A hamburgueria, onde ocorrerá o evento, fica na rua Sete de Setembro, 2010, no Alto da Boa Vista, em Ribeirão Preto -SP, e funciona de 19h às 24h. Saiba mais sobre o evento: goo.gl/yDTEgC

II Festival Internacional de Cerveja e Cultura – FICC 2016 – Considerado por muitos o maior festival de cervejas artesanais de Minas Gerais, o FICC 2016 ocorre no final de semana dos dias 6 e 7 de agosto, reunindo dezenas de rótulos, comida gostosa e música boa, além de atrações circenses, palestras e um Espaço Kids. O evento vai ocorrer no Parque das Mangabeiras, em Belo Horizonte, das 10h às 22h. Saiba mais sobre o evento: goo.gl/3KcfY9

Cerveja na Praça – Ocorrendo em Muqui, no Espírito Santo, entre os dias 5 e 7 de agosto, das 18h às 23h, o II Cerveja na Praça será realizado no Jardim Público Municipal, no centro da cidade capixaba, prometendo reunir milhares de pessoas nos três dias de evento! Além disso, o Cerveja na Praça vai reunir dezenas de cervejas artesanais, foodtrucks, música boa e uma incrível experiência no universo cervejeiro. Saiba mais sobre o evento: goo.gl/8VVlux

Confraria Gaúcha da Cerveja – O encontro vai ocorrer no dia 11 de agosto, com as presenças sendo confirmadas diretamente pelo Facebook. Prometendo reunir três estilos de cervejas e mais algumas degustações, o evento promete reunir os mais apaixonados pela bebida na AABB São Leopoldo, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, das 20h às 23h45min. Saiba mais sobre o evento: goo.gl/a1Qdgt

Deguste Festival de Cerveja Artesanal – Berço das principais cervejas do Rio de Janeiro, a cidade de Petrópolis vai receber mais um evento cervejeiro neste mês de agosto, mais especificamente no dia 13, a partir de 11h. O encontro dos apaixonados por cerveja vai ocorrer na Praça da Águia, na Rua Moreira da Fonseca, reunindo cerca de 10 rótulos locais, sendo uma nova experiência para os cervejeiros de plantão! Maiores informações em: goo.gl/uk4esX

Festival Amazônico de Cerveja – Com mais de 10 mil litros de chope artesanal e 68 rótulos diferentes, o evento promete ser um dos maiores do mês de agosto, ocorrendo no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém (PA). O festival vai rolar nos dias 13 e 14 de agosto, com a presença de 26 cervejarias brasileiras, além de contar ainda com um concurso gastronômico, que promete deixar o festival ainda mais gostoso. Saiba mais sobre o evento: goo.gl/JN3aX0

Invicta Nocaute Festival 2016 – Pela primeira vez, a Cervejaria Invicta, de Ribeirão Preto, vai realizar o seu festival de cervejas, com cervejarias convidadas, foodtrucks, show de rocks e muitas surpresas! O evento acontecerá no dia 20 de agosto, a partir das 13h, e será OPEN BAR! Com dezenas de rótulos, cervejarias de várias cidades e estados brasileiros e comportará 1500 pessoas. Maiores informações sobre o evento: goo.gl/s6mYJK

Vale a pena lembrar, mais uma vez, para cadastrarem todas as cervejas experimentadas no nosso aplicativo Beer Plus, mantendo o seu diário cervejeiro atualizado!

 

Trem, tour e cerveja: Esse é o Trem da Cerveja!

O nosso Brasil é rico de belezas naturais, sempre com passeios turísticos fantásticos em qualquer parte que estejamos. No entanto, no Paraná, mais especificamente entre as cidades de Curitiba e Morretes, há uma das coisas mais sensacionais de todo o nosso país, pelo menos no que diz respeito ao universo cervejeiro: o Trem da Cerveja!

Promovido pela cerveja Bodebrown, o Trem da Cerveja proporciona uma excelente experiência, com conversa leve, música boa, paisagem fantástica, cervejas saborosas e dezenas de pessoas falando a mesma língua: a cerveja! O Beer Train, como também é conhecido, reúne pessoas de todo o Brasil, permitindo que nossas amizades sejam feitas dentro desse vasto universo cervejeiro.

Os passeios normalmente duram o dia todo, sendo cerca de três horas dentro do trem, começando pela manhã bem cedo e indo até o final do dia, com uma grande degustação de cervejas e um cardápio recheado de acompanhamento para “tira-gosto”.

A degustação começa com cervejas mais leves, indo até as mais fortes, todas da cervejaria Bodebrown, que não deixam a desejar, provocando ainda um gostinho de “quero mais” a todos os que participam!

E vocês? Já foram no Beer Train? Compartilhe a experiência de vocês conosco relatando o passeio de vocês nos comentários! Se ainda não foram, não esqueçam de baixar o aplicativo Beer Plus para ter a oportunidade de avaliar todas as cervejas assim que forem tomando-as dentro do trem!

Funcionalidades do Beer Plus (Parte 1)

Olá, meus amigos? Tudo bem? Como está sendo a semana de vocês?

Como vocês já sabem, o nosso aplicativo Beer Plus tem diversas funcionalidades para facilitar a vida de cervejeiros, desde os que estão entrando neste vasto mundo, até os mais experientes, que querem deixar todas as suas bebidas registradas para não se perder no meio de tanta variedade.

Com todas essas funcionalidades, e com o objetivo de ajudar vocês a terem uma melhor experiência utilizando o nosso querido aplicativo, periodicamente vamos reunir algumas dicas, normalmente de três em três, para tornar ainda melhor a experiência com a nossa plataforma.

Comparação

IMG-20160703-WA0005

Dentre as funcionalidades do nosso aplicativo Beer Plus, uma das principais é a comparação entre as cervejas. É isso mesmo. A nossa plataforma possibilita que você selecione até quatro cervejas diferentes e as compare entre si, mostrando as diferenças e semelhanças de teor alcoólico, estilo, notas de especialistas, entre outras coisas.

Explicação

13627097_219482365117707_4405376717822854241_n

Essa parte é ótima principalmente para quem está iniciando no mundo cervejeiro. Ao realizar uma comparação, um quadro com alguns tópicos aparecem do lado esquerdo, como Estilo, Aparência, Teor Alcoólico, entre outras coisas. Ao clicar sobre qualquer um dos tópicos, uma janela é aberta, mostrando uma explicação bem didática da opção selecionada.

Busca

13690860_224202684645675_3216511187068936752_n

Para facilitar a vida de todos os nossos usuários, desenvolvemos um campo de busca dentro do aplicativo Beer Plus, permitindo que a pesquisa seja pela cerveja, estilo e fabricantes. Além disso, você pode utilizar os filtros para te ajudarem com precisão: por exemplo, experimente selecionar por nacionalidade, antes de realizar sua pesquisa e achará bem mais rápido uma cerveja específica.

Não é demais? Se ainda não baixou o nosso aplicativo Beer Plus, entre agora mesmo na Play Store ou na App Store e baixe o seu!

Conhecendo a cerveja que fermenta espontaneamente!

Você sabe qual é o tipo da cerveja que está tomando? Não, não estamos falando de teor alcoólico, amargor, se é “clara ou escura”, ou coisas do gênero. O tipo da cerveja, ou família, é definido pela forma de sua fermentação no processo de preparação, podendo variar entre: Ale (http://blog.beerplusapp.com.br/conhecendo-a-cerveja-tipo-ale/), Lager (http://blog.beerplusapp.com.br/conhecendo-a-cerveja-familia-lager/) e espontânea (Lambic é um dos estilos mais conhecidos).

É um pouco complicado, né? Por isso, periodicamente, falaremos sobre cada um destes tipos de cervejas, sanando as possíveis dúvidas que os usuários do nosso aplicativo possam ter. Com as nossas orientações, vocês poderão dar seus primeiros passos neste grande universo cervejeiro.

As cervejas da família das espontâneas são cervejas bem diferentes e pouco conhecidas no Brasil. Seu processo de produção é demorado e de alto custo, dificultando um pouco a popularidade. É uma cerveja de fermentação sozinha. A fermentação é feita por leveduras selvagens e microrganismos que se encontram nas caves onde estas cervejas são produzidas, ou seja o mosto é exposto ao ar e a magia acontece espontaneamente. São normalmente colocadas em barris de madeira, onde a fermentação continua e tambem maturam

Os estilos Lambic, Gueuze, Krieck, Framboise são os mais conhecidos.  A região produtiva tradicional é o Vale do Senne, que fica numa pequena área de 25 km ao redor de Bruxelas.

Dicas para degustar uma boa cerveja!

Opções no mercado cervejeiro não faltam. São tantas que, no nosso aplicativo Beer Plus são mais de 15 mil rótulos cadastrados. Por isso, fica complicado, em alguns momentos, decidir qual cerveja experimentar. Mesmo olhando na nossa plataforma, que já possui bastante detalhe sobre cada cerveja, alguns passos são necessários para entender melhor cada uma.

Por isso, nós da equipe Beer Plus, separamos algumas dicas que podem deixar o seu paladar “mais limpo”, fazendo com que o real sabor da cerveja seja sentido. Mas não vá se achando nenhum sommélier, hein! Você apenas subirá alguns níveis no seu papel de apreciador do liquido bendito!

  • O local importa (e muito!):

É isso mesmo. O ambiente que você se encontra também determina no sabor que você sentirá. Ou seja, quando for experimentar uma nova cerveja, tente apreciá-la em um lugar limpo, sem cheiros fortes e com luz na medida certa, permitindo que observe a coloração da bebida.

  • O copo ideal:

É muito legal tomar cervejas long necks diretamente na garrafa, né? No entanto, não é o ideal para todas cervejas. Para sentir o real sabor da cerveja, permitindo ainda que enxerguemos a sua densidade, coloração, espuma, entre outros fatores, uma boa pedida é o copo ISO, que muitos especialistas indicam devido ao seu formato. Além disso, é um baita copo bonito, né?

  • Cheire a cerveja!

Não, você não leu errado. Cheire a cerveja sim! E logo assim que colocá-la no copo. Alguns odores são perceptíveis por curto período de tempo, por isso, não perca tempo. Mais tarde, volte a cheirá-la para perceber a mudança no aroma. O que isso significará em um primeiro momento? Nada. Mais com o tempo, cada vez que for fazendo o método com diferentes cervejas, a mudança ficará mais perceptível. Cada estilo e cada cerveja é uma nova experiência.

  • Atenção em cada gole!

Pois é, rapaz. Algumas cervejas possuem sabores diferentes desde o início até o seu fim. Já tomou uma que, em um primeiro momento, sentiu um sabor e, depois, sentiu um sabor um pouco mais adocicado, ou amargo, ou forte, ou fraco? Então, é isso mesmo. É uma característica de cada  cerveja, um mundo a explorar. Por isso, para apreciar melhor a bebida, atenção!

  • Mantenha o paladar limpo!

É uma delícia comer petiscos, enquanto bebemos cerveja, correto? Mas isso pode influenciar no sabor que você sentirá ao longo do tempo. Por isso, se tem como objetivo degustar a cerveja, mantenha o paladar limpo.

Agora, meu povo, peguem essas dicas, escolha a cerveja que quer apreciar no nosso aplicativo Beer Plus e cheers! Mas não esqueçam! As dicas apenas o tornam um apreciador melhor, longe de ser um sommélier, que precisa de muito preparo e estudo para avaliar cada cerveja com precisão!

 

Conhecendo a cerveja: Família Lager!

Você sabe qual é o tipo da cerveja que você está tomando? Não, não estamos falando de teor alcoólico, amargor, se é “clara ou escura”, ou coisas do gênero. O tipo da cerveja, ou família, é definido pela forma de sua fermentação no processo de preparação, podendo variar entre: Ale, Lager e espontânea (Lambic).

É um pouco complicado, né? Por isso, periodicamente, falaremos sobre cada um destes tipos de cervejas, sanando as possíveis dúvidas que os usuários do nosso aplicativo possam ter. Com as nossas orientações, ninguém vai virar um especialista, obviamente, mas poderão dar seus primeiros passos neste grande universo cervejeiro.

As cervejas da família Lager são as de baixa fermentação. Produzidas em temperaturas mais baixas, cerca de 8ºC, a levedura fica no fundo dos tanques de fermentação, por isso “baixa fermentação”. Com esta pegada temos a Skol, HB e Jever.

Dentro da família Lager estão vários estilos diferentes. Tais como:

  1. American Lager – Ideal para dias de calor, e para quem está começando, foram fortemente difundidas nos Estados Unidos após o fim da Lei Seca, cerca de 1938. É uma cerveja leve, com aromas muito sutis e baixíssimo amargor, bem refrescante, servindo, inclusive, para matar a sede. É parte da escola americana, temos  a Budweiser, no caso dos Estados Unidos, ou Brahma, Itaipava, Antártica, entre muitas outras, aqui no Brasil. Outros estilos Lager são American Lite Lager, Premium Lager, Munich Helles e Dortmunder Export, Bohemian Pilsener., estas ultimas 3 da escola alemã
  2. Bohemian Pilsner – É mais dourada, brilhante com aroma de lúpulo e malte presente, equilibradas. Recebeu o nome “Pilsen” devido a sua origem, na República Checa, sendo homônima da sua cidade natal.
  3. Munich Dunkel – Dunkel significa escura em alemão, portanto essas cervejas são escuras-avermelhadas, produzidas originalmente em Munique. Bastante maltada e espumante, com leve sabor torrado, lembra pão torrado. Aroma com toques levemente adocicado de toffe.
  4. Schwarzbier – Significa cerveja preta em alemão. Mas não confunda com a Malzbier. É uma cerveja suave, com aromas que remetem ao café e ao chocolate. Com presença de maltes tostados. Não pode ter sabor frutado, sendo mais seca. Também não é doce.
  5. Malzbier – Cerveja escura e doce, de graduação alcoólica baixa, na faixa dos 3 a 4,5%. Muito famosa no Brasil, não possui muitos correspondentes fora daqui. Na Alemanha, seu país de origem, nem é tratada mais de cerveja e sim bebida energética. Inclusive é pouco classificada em outras fontes, caindo normalmente no grupo de “outras cervejas com baixo teor alcoólico”, já que a Malzbier original não chegava nem a 1% de álcool, pois quase não tem fermentação. São adicionados caramelo e xarope de açúcar, aí a coloração escura (que não vem do malte tostado) e o sabor adocicado.
  6. Vienna – Originário da Áustria, de cor dourado ambar, a presença do malte contrabalanceia o amargor do lúpulo. Tem corpo médio e um sabor suave e adocicado de malte levemente queimado.

Quer conhecer algumas cervejas do tipo Lager e dos estilos dentro desta “família”? Baixe agora mesmo o nosso aplicativo Beer Plus e, dentro da opção “filtrar”, escolha a que mais lhe interessar para ter uma grande viagem pelo universo cervejeiro!